sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Vale a pena ler, pensar, ter nojo, e acabar com esta porra.


"O retrato de uma mulher afegã, mutilada no nariz, valeu à repórter sul-africana Jodi Beiber o grande prémio do concurso internacional World Press Photo 2010. O vencedor foi hoje anunciado em Amesterdão. A fotografia, que foi capa da revista “Time” a 1 de Agosto de 2010, revela uma jovem afegã de 18 anos, Bibi Aisha, a quem o marido cortou o nariz e as orelhas por ela ter voltado para a família, depois de o acusar de maus tratos. Bibi Aisha voltou depois a fugir do marido que a maltratava diariamente e contou a sua história. A jovem foi ajudada por uma organização de apoio a mulheres vítimas de violência e enviada para os Estados Unidos, onde mais tarde foi operada, recuperando o seu nariz." Noticia retirada do Jornal Público Online


10 comentários:

Ulisses disse...

A estupidez, seja em que sitio for e sob que condições seja, deixa-me os nervos em franja...

>:|

Roxanne disse...

incrivel como ainda há camelos assim (leia-se homens!) neste mundo!

teardrop disse...

Vi a fotografia e fiquei bastante impressionada. O desrespeito pelo ser humano e pela vida é cada vez menor...

Danii disse...

Estou chocada. mais tarde irei publicar este teu post no meu blog, a fim de sensibilizar qualquer alma!

S* disse...

Merecidíssimo... ela já tem nariz, que é importante.

Amelie disse...

Já tinha visto. Um horror.

AMC disse...

O M G!!!!!!!!!!!!!
Sem palavras para tamanha violência!

Close up! disse...

É revoltante,não é?

usprettythings disse...

É incrível que coisas assim ainda aconteçam :(

Blog novo sobre moda, visita :)

http://ohhyouprettythings.blogspot.com/

palavrasasolta disse...

A ele é que haviam de o fazer!
E a própria familia dela deveria ser responsabilizada, se eles permitiram que ela, depois de lhe ter fugido, com as acusações de maus tratos, fosse mais uma vez vitima de uma tal barbaridade da parte dele.