sexta-feira, 6 de maio de 2011

O pisca que não pisca


Tenho para mim que os condutores portugueses têm alguma alergia à utilização dos piscas. Só isso poderá explicar as constantes mudanças de direcção que não são assinaladas e que só servem para duas coisas: complicar o trânsito e provocar acidentes. Se ainda tivessem algum desconto na compra do automóvel caso este não trouxesse os ditos ou se lhes debitassem dinheiro da conta de cada vez que sinalizassem as manobras que ninguém adivinha que irão ser feitas, ainda se percebia. Agora assim... não há paciência!

4 comentários:

Crente disse...

Não, não é alergia. Tenho para mim que o pisca é um extra, daqueles muito caros e que poucos o compram. De certeza. Porque, se o tivessem, usariam para segurança dos outros, não era? :P

S* disse...

Tenho medo de conduzir, mas garanto-te que não é por mim.

Roxanne disse...

gostam de se armarem em rambos!!!

Corset disse...

ora nem mais!! a questão do o pisca (ou a falta dele) é daquelas coisas que me irrita solenemente. E não me irrita apenas "porque sim", mas porque é perigoso caramba. um simples gesto pode evitar acidentes. Não custa nada. O pior eh que há muito "boa" gente que acha que quem usa pisca são os tótós, que está "out". Essa gente só mesmo à estalada!