quinta-feira, 18 de junho de 2009

Corrida de Saltos Altos em Lisboa

(pergunto-me onde pára o Glamour estampado nas t-shirts...nelas não será de certeza...)


"A prova vai decorrer em Alcântara, no Passeio Marítimo de Lisboa (entre o Café In e o Piazza Di Mare), no dia 21 de Junho, pelas 16.00 horas. Para concorrer só precisa de se inscrever através do site www.lipton.pt/linea ou no próprio dia, no local e trazer um par de sapatos altos. As primeiras 3 mulheres a cortarem a meta, além de subirem ao pódio, recebem cartões de débito de diferentes valores (1000, 500 e 250 euros) para poderem gastar onde e como quiserem." Notícia retirada daqui.


Acho ridículo. E não, não me punha a correr de saltos altos pelo prazer (uiiaaa) de subir a um pódio nem por 250€, 500€ ou 1000€. Diz que a minha dignidade vale bem mais que isso (ou acham mesmo que isto é uma simples corridazinha?). Quem quiser ir que vá.. agora não se queixem se forem gozadas! ahahahah


(Dia de tremendo mau feitio.)

9 comentários:

O Profeta disse...

Não há longe, teu mundo a ilha
Tens andar gingão mesmo à maneira
O verde é manto que te afaga os pés
O mar é o teu azul por cabeceira

Passos ao encontro
Alma cheia de cor e ilusão
Braços abertos à aventura
O mundo na palma da mão

Bom fim de semana


Mágico beijo

Sad Tear disse...

Eu tb acho ridiculo! Ridiculo mesmo!

Nessa disse...

Comentário?
Sem comentários...
Coisas de gente desocupada...

Oriana disse...

ora portanto.. esse jogo é estúpido!

Saltos Altos Vermelhos disse...

ainda bem que estou longe assim tenho desculpa hehehehe

Cinderela disse...

Clap clap clap!
Finalmente encontro gente com juízo! Gaja que é gaja corre de saltos quando efectivamente é necessário, não o faz por desporto.
Os saltos foram feitos para caminharmos com estilo, não para transpirarmos e ficarmos todas desgrenhadas.

MR disse...

adoro as novas cores e estilo do blog! Está muito bonito!
Quanto à corrida, quer-me parecer que vão haver mts pés torcidos lol

S* disse...

Perigoso isso!

Rosie Dunne disse...

depois admiram-se se acontecerem "desastres" como á mulherzinha da segunda foto.