domingo, 28 de junho de 2009

Há coisa que precisam ser ditas!


A imagem não mostra realmente o que eu quero, mas parto do princípio que todos conhecem a riqueza do vaticano!
Pois bem, se há coisa que me deixa confusa é isso mesmo. Como raio é que, com tanta miséria no Mundo, estes caragos da Igreja Católica conseguem manter isto, à vista de todos? Como é que foi,e continua a ser, possível que todos os países se metam na vida uns dos outros (falando assim para que qualquer um entenda), principalmente os EUA, quando o Vaticano tem uma fortuna incalculável, que só Deus sabe( Deus e seus supostos "amigos") e ninguem se lembra disso?

Vamos lá ver, toda a gente sabe que eu tenho a minha fé, mas cada vez menos tenho religião. E diga-se de passagem que a Igreja Católica não está ajudar.
Eu falo com legitimidade: fiz tudo o que havia para fazer na Igreja Católica, dei-lhe todas as oportunidades para me provarem que as coisas não eram assim tão más, procurei e esperei. No entanto, comigo, só falharam!

De qualquer forma, e porque não é a minha fé que está aqui em causa, não vos parece óbvio que está aqui um bom recurso? Eu sei que se trata de questões políticas e que, apesar do que se diz, os Estados não são assim tão laícos quanto isso e que a Igreja ainda tenho um peso fortíssimo na ordem internacional, mas mesmo assim...Isso revolta-me.

Quanto a mim, a fé dos homens não precisa de tanta burocracia. De onde vem essa necessidade de tamanha organização que justifique a existência do Vaticano? Jesus não era pobre? E não era feliz assim? E não nos ensinou a sermos humildes? Não? É que eu tenho ideia que sim. Então porque raio é que aquela gente do vaticano vive no meio de tanto luxo?
Eu entendo o conceito dos fiéis doarem à Igreja, o que não entendo é a forma como a Igreja investe esse dinheiro! Para quê Igrejas tão luxuosas se a única coisa que é necessário é um sítio comum para orarem juntos? É mesmo preciso aquele ouro todo para estarmos mais próximos de Deus? É que se acreditarem naquilo que pregam, Deus está constantemente ao nosso lado e não apenas nas Igrejas ( e nem vou entrar pelo caminho do "eu acredito ou não nisto").

E depois, não me venham com a história dos missionários. É muito bonito mas a Igreja pode e DEVE fazer muito mais que isso! Eu nem exigo que vivam como os franciscanos, na miséria, mas viverem no meio de tanta avareza quando mais de metade do mundo está a morrer à fome, mais que injustiça, é pecado!

O exemplo deve partir de cada um de nós, e eu não serei provávelmente o melhor exemplo, mas a Igreja Católica tem por dever ajuda o próximo, nem que seja para, pelo menos, tentar se redimir de todas as atrocidades que cometeu no passado!

Acho isto uma vergonha ( e nem quis entrar pelo lado da quantidade de segredos que eles têm escondidos nas suas imensas bibliotecas, que é para não ser demasiado Código da Vinci)!


Há muito mais para ser dito quanto a isto, mas o tempo é escasso.

"Die Religion ... Sie ist das Opium des Volkes" ( "A religião é o ópio do povo")- Karl Marx

7 comentários:

Corset disse...

"mais de metade do mundo está a morrer à fome, mais que injustiça, é pecado!"

Eu diria o contrário, mais do que pecado, é injusto.

Enfim, a religião é uma criação humana, que visa única e exclusivamente explorar uns tantos coitados em benefício de uns poucos. Uma criação mesquinha, a meu ver. Não vou nessas "cantigas".

*Sininho* disse...

Concordo com cada palavra tua! Tenho fé, sou crente, sou católica, mas cada vez me revolto mais com a "religião dos homens" que apregoa uma coisa e concretiza outra.

Beijinhos*

Sandy disse...

Concordo, considero-me cristã e não católica. Nada do que a Igreja me diz me faz sentido. Mas sabes que também foram afectados com a crise? parece que os EUA cortaram no orçamento, os fies dão menos e o pápa gasta muito em segurança. Eu cá cortava no último..

Barbie Martini disse...

Epa, eu estou contigo.
Mas já me cansei, tendo em conta que venho de uma familia hiper religiosa, de tentar canalizar a minha raiva. A fé tá cá. E pra mim, isso é q vale.

kiss kiss

b.vilão disse...

O que mais revolta não é o que se passa hoje, mas sim como se chegou a este ponto. Um exemplo prático: Os bens das "ditas" bruxas que eram lançadas às fogueiras, ficavam por direito para a igreja. Coincidentemente, as ditas bruxas, era pessoas bem abastadas mas marginalizadas pela alta sociedade.

Le Enfant Terrible disse...

O pior de tudo é que a resposta oficial da Igreja e de muitos seus acólitos é que a riqueza da Igreja é usada em muitas obras de caridade por todo o mundo. Não contesto o papel que a Igreja tem em caridade, missões educativas e luta contra a miséria e a pobreza. O que contesto é que isso é apenas uma das faces do assunto, a outra, a da lavagem de dinheiro, investimento financeiro, ligações à máfia e sabe-se lá mais o quê é que contesto. É tudo uma questão de fazer as contas, quanto entra de receita na Igreja e quanto é gasto no que realmente é ajuda ao próximo, mas o resultado dessa conta é de carácter reservado!

Nessa disse...

Mais uma vez concordo contigo!
Aposto que o Vaticano tem dinheiro suficiente para tirar a Europa inteira da crise mas não tão nem aí para isso.
Digamos que,pela posição que eles têm em relação ao uso do preservativo,já se vê o que "a casa gasta"...
Enfim..."pérolas a porcos"(sem ofensa...)
Silk = Obama
(LOL!)