quarta-feira, 8 de abril de 2009

Vêm como ondas...



Hoje passei o dia todo de molho (em consequência da minha super gripe) e, como tal, vi todas as séries. No entanto, houve um diálogo que me chamou particularmente a atenção: em a Anatoma de Grey, alguém explicava à Izzie que o sofrimento vinha como as ondas, umas vezes mais suave e outras bem mais forte, mas estava sempre lá.

Sempre acreditei que era impossível esquecermos algo que nos fez sofrer, no máximo, aprendemos a viver com essa dor, mas volta e meia, ela reaparece e mostra toda a sua força.
A conversa da série mexeu comigo, provavelmente porque estou doente e o meu cérebro está meio parado, mas confesso que hoje foi dia de remexer o passado.


A minha página está virada e o meu luto está feito, contudo, há dias que ainda me custa, há dias que o coração ainda sente, há dias que as ondas são maiores...Hoje foi um dias desses, mas amanhã será melhor!


P.s: peço desculpa pela minha ausência mas prometo voltar ao activo!

3 comentários:

Corset disse...

Pois eu sei do que estás a falar sua ranhosa. Mas como tu disseste o "luto" está feito e a página virada. E é óbvio que é impossível esquecer tudo o que ficou para trás. Nunca nos esquecemos do que nos marcou... quer para o bem quer para o mal... Daqui a uns anos acredito mesmo que vais olhar para trás e pensar "era mesmo burra (AHAHAHAHAHAH)... mas até passei uns bons bocados... mas tomei a decisão certa! ainda bem... bem..agora vou convidar a Corset a dar uma volta até Miami ver gajos!" ...sim.. tu vais pensar ISSO TUDO! E VAIS-ME PAGAR A VIAGEM!!! loooooool

e o que é aí dito no post está certíssimo..volta e meia lá recordamos as coisas boas..como as menos boas e é impossível não sofrer um bocadinho..principalmente quando ainda é tudo tão recente.. mas isso vai passar. acredita ;)

beijoooooo*

Larose disse...

não é só o sofrimento que é como as ondas e que está sempre lá ..... a alegria ...a felicidade ....a vida .... a morte ....tudo é como as ondas! estão sempre lá ....vão e vêm ...maiores ou menores ..... estão dentro de nós.

Puzz disse...

e como o mar é persistente, parece que as ondas se não esgotam... tem sempre mais ondas para mandar!

luto feito, vamos à luta, mas nunca esquecemos talvez porque não nos arrependemos!