segunda-feira, 21 de junho de 2010

Lamento, mas é assim!



Em conversa com o meu namorado pensei e disse o seguinte: "se um dia tiver um filho, não vou deixar que o pai o registe".

Depois de reflectir no que tinha acabado de dizer, achei que continuava a fazer todo o sentido. Afinal, o que sai de mim é meu! Ou então, sempre que eu fizer um cocózinho, a minha mãe vem reclamar parte dos direitos sobre ele porque foi ela que me deu a comida!

Lamento, mas é assim!

7 comentários:

Corset disse...

Claro! As nossas crias são nossas. Já se está mesmo a ver... vou ser mãe solteira x) oh poor Pepe! xD

Waldorfa disse...

Nem mais, e é se quer ter filhos, se não procure outra!

Bailarina disse...

Concordo plenamente... 8)
Bjinho*

Kikas disse...

um dos grandes desgostos da minha mãe é o facto de ter sido o meu pai a registar-me! isto porque o senhor deu-me o nome que entendeu e ela odeia x)

Cat disse...

Ahah, um cocó, um bebé, é tudo parecido. Concordo! xD

Ana disse...

Se eu dia tiveres ium filho com a pessoa certa, com a pessoa que nunca te vá desiludir tanto na vida ao ponto de te arrependeres que seja aquele o pai dos teus filhos, vais deixar que ele o registe.

Mas isso só a vida to dirá.

R* disse...

Eu, como pessoa do planeta que ja tem uma filha, acho que fazes muito bem. Isto porque é minha tambem e tal e quando a fralda cheira a cocó, é assim a ladaihna: ó Rita anda cá que a tua filha tem coco.
Sem comentarios! :/