domingo, 30 de maio de 2010

Qua-quê?

 
E-mail acabadinho de receber. Achei piada e decidi partilhar ;)
Conta-se que Bocage, ao chegar a casa um certo dia, ouviu um barulho estranho vindo do quintal.
Chegando lá, constatou que um ladrão tentava levar os seus patos de criação.Aproximou-se vagarosamente do indivíduo e, surpreendendo-o aotentar pular o muro com os seus amados patos, disse-lhe:

- Oh, bucéfalo anácrono! Não te interpelo pelo valor intrínseco dos bípedes palmípedes, mas sim pelo acto vil e sorrateiro de profanares o recôndito da minha habitação, levando meus ovíparos à sorrelfa e à socapa. Se fazes isso por necessidade, transijo... mas se é para zombares da minha elevada prosopopeia de cidadão digno e honrado, dar-te-ei com a minha bengala fosfórica bem no alto da tua sinagoga, e o farei com tal ímpeto que te reduzirei à quinquagésima potência que o vulgo denomina nada.


E o ladrão, confuso, diz:

- Doutor, afinal levo ou deixo os patos?

6 comentários:

Kikas disse...

já conhecia esta x) e realmente.. wtf?

Wolve disse...

LOOOOOOOOOOL

...Ju... disse...

LOL! com este paleio todo qualquer uma ficaria na duvida! :P

Petra Pink disse...

mijei agora..... vou ali mudar a cuequinha e ja volto..
ahahahhahahahahhahahha

Wolve disse...

vou passar a chamar o pessoal mais lerdo de Bucéfalo Anácrono. Dava aliás, um lindo nome para um filho querido.

Anira the Cat disse...

À primeira, esse discurso deixa qualquer um confuso...

Bjokas